NOTÍCIAS

bakirkoy masaj evde masaj istanbul masaj masaj xnxx video ensest hikaye
Organização e gestão na pequena empresa - a importância dos indicadores

amos fazer uma reunião para conversarmos sobre como anda a sua empresa? Não? Você está sem tempo? Pois é, sabemos como é isso.

No dia a dia, somos atropelados por uma série de tarefas urgentes, ou mesmo tarefas fundamentais para que possamos abrir as portas e atender o nosso cliente naquele dia de trabalho. Fora isso, todos sabemos os incêndios corriqueiros que, como gestores de empresa, devemos apagar, e outras inúmeras atividades (previstas ou não) que aparecem para tomar nosso tempo e que, nem sempre, trazem ao nosso negócio grandes resultados.

Por isso, é difícil guardar uns minutinhos para avaliar como estamos indo, como está o nosso negócio e no que estamos indo mal ou muito bem. Mais difícil ainda, porque, em grande parte das pequenas empresas, essas informações não são simples e nem se encontram disponíveis. Assim, fica complicado e praticamente inviável tirarmos algumas horas do nosso dia, deixando todos os incêndios diários de lado, para buscarmos informações suficientes que nos permitam ver quais são as nossas reais margens de lucro, qual o nosso custo de operação, que despesas são relevantes ou irrelevantes, qual é o nosso ticket médio (preço médio das vendas que realizamos), qual a nossa taxa de conversão de clientes (número de clientes que fechamos negócio sobre o número total de clientes que procuram nosso produto/serviço), entre outros tantos indicativos de como está o nosso negócio.

Sem estes dados em mãos, dificilmente nos tornamos bons tomadores de decisão. É semelhante a entrar em campo em uma final de campeonato sem saber como está o placar, faltando 5 minutos para terminar o jogo. A única coisa que você sabe é que fazer gols será sempre bom. Mas quantos precisamos fazer? E se estivermos ganhando e ir para cima do adversário nos expõe a contra-ataques que podem fazer com que percamos o jogo? Enfim, você não sabe de que forma será melhor jogar, quais serão suas estratégias e nem o que você precisa fazer, exatamente, para garantir o bom resultado. Torna-se fácil, então, não perceber os lucros diminuindo, o produto/serviço que não está dando certo, ou os problemas que estão aparecendo em nossas contas ou no nosso negócio como um todo.

Mas bom, como podemos evitar que isso ocorra? A questão aqui é organização. Ser organizado com as informações de seu negócio. Sabemos que a pequena empresa não pode perder tempo com burocracias nem com processos complexos, e nem queremos isso. Porém, ao mesmo tempo, sabemos que a falta de informações sobre o negócio nos prejudica de forma menor, maior ou pelo menos semelhante a isso. Deste modo, organizar as informações que você dispõe sobre o desempenho de seu negócio se torna uma tarefa fundamental para auxiliar na gestão da sua empresa, e na melhoria dos resultados de seu negócio.

Comece estipulando que indicadores você gostaria de contar para auxiliar no seu dia a dia. Margem de lucro? Taxa de conversão? Receita total? Custo total? Número de produtos vendidos? Citei alguns básicos, mas lembre-se de pensar no que você acha mais interessante para o seu caso. Vale lembrar, também, que isso vale tanto para a pequena empresa, como também para qualquer outra, ou mesmo departamentos dentro de empresas maiores. Todos os gestores precisam de informações para que suas decisões tenham maiores chances de sucesso. Definidos os indicadores, veja que informações já estão disponíveis para você (seja na sua empresa ou com a sua contabilidade) que permitam o cálculo destes indicadores.

A partir de agora, sabendo que indicadores você quer ter, e onde estão as informações que permitem mostrá-los, você pode pensar em como tornar essa disponibilidade de informação uma prática. Em muitos casos, isso significa apenas ter uma planilha de Excel onde são atualizadas as informações que depois irão fornecer a base de cálculo destes indicadores que você tanto precisa. Em outros, e dependendo do tipo de indicadores que você deseja, esta informação pode ser mais complexa, trabalhosa e às vezes até impossível de se obter. Assim, seja crítico com os indicadores que você realmente deseja, e selecione aqueles que você acredita serem os mais relevantes, fundamentais para o seu negócio e para ajudar nas decisões que você precisa tomar. Procure selecionar poucos, pois quanto mais indicadores você tiver, mais complexo vai se tornar a coleta de informações para exibi-los (e você não quer perder boa parte do seu tempo apenas colhendo informações, certo?).

Os indicadores são fundamentais para desenhar um mapa de seu negócio e lhe apontar, lhe indicar, onde as coisas foram bem, e onde elas foram mal nos últimos tempos. A partir daí, você decide o que precisa ser modificado para que os indicadores lhe apontem melhores resultados no futuro. Abrir mão da organização de informações básicas do seu negócio podem lhe custar estar abrindo mão de conhecer, realmente, o que é e como está o seu negócio. Daí em diante, a facilidade para que ocorram más decisões e para que seu negócio afunde, se torna mais e mais fácil. Organize-se!



Publicado em: 17/06/2012         Fonte: Felipe Camozzato - Portal Admi         Postado por: Equipe Essência Sobre a Forma

Voltar

 

bursa escort
porno
porno
bodrum bayan escort