NOTÍCIAS

E-Social o reality do governo federal

Por: Elton Deutsch

É verdade, de fato estamos vivendo em uma sociedade cada vez mais espiã, hoje não fazemos mais nada sem sermos vigiados, seja por quem for. Somos rastreados por chips, por câmeras, satélites e por aí a fora.

Já faz algum tempo que o Governo Federal vem falando no E-Social, sistema esse que irá intregrar todas as informações sociais, fiscais e tributárias de todas as empresas de nosso país. Ainda não temos nada concreto, esse sistema está passando por aprimoramentos até que esteja pronto para acesso, e mesmo assim suscetível a pequenos erros e falhas como qualquer sistema informatizado.

A grande jogada desse sistema integrado é acabar com as fraudes que existem, não só na base de contrato de trabalho bem como na questão de informções tributárias. Hoje, é possível burlar certas leis por conta de pouca fiscalização, o que induz as empresas a continuarem no erro. O E-Social nada mais é que cumprir a lei do que é acordado e ponto.

O governo é o grande expectator nisso tudo, pois as empresas que não se adequarem ao sistema serão penalizadas, e o pior de tudo é que os fiscais não precisarão mais fazer as visitas inesperadas mas sim, a própria empresa se auto denunciará, uma vez que, as informações incoerentes deixaram sua empresa exposta e sujeita a penalidades as quais hoje não são cumpridas. Ou seja, tem lei para não se cumprir, ou fecha-se os olhos para aquilo e ponto, faz de conta que não é comigo.

O “BBB” do Governo, está pode ou não estar com os dias contados para iniciar, diversas empresas estão se adequando ao novo cenário, assim como muitas empresas de treinamento estão fazendo dinheiro com cursos voltados para essa nova feramenta, muitas vezes sem embasamento correto. Portanto antes de tudo, verifique realmente a procedencia desse curso e dos profissionais que estão ministrando, além do que acompanhar o site do governo federal o qual libera informações e portarias sobre o assunto.

Lembre-se você será vigiado 24h, o governo não perderá um minuto sequer, não precisa nem de pay per view. Portanto ou gestores entendem a real necessidade e entendem que a gestão de pessoas e informações não poderá ser feita somente pelo RH, ou a empresa irá arcar com as consequências. Essa nova tendência irá mexer com muitas estruturas as quais deverá ir na raíz da empresa, mexendo muitas vezes na cultura organizacional. Deixando o velho jargão, antes era feito assim, sempre deu certo, pra que mexer, ninguém fiscaliza. Portanto os dias de Gabrielão estão com os dias contados, ou você se adapta, ou está fora do contexto e virá a ser punido.

Não basta somente as empresas enviar as pessoas as quais atuam no RH, mas devem sim enviar gestores de departamentos que acham que podem mandar e desmandar e depois despacham o abacaxi para o RH descascar. Precisam saber os impactos dessa mudança que não interfere somente na rotina de um departamento mas sim em todos. Os gestores tem total responsabilidade sob seus liderados e precisam assumir e aceitar esse papel. Os Recursos Humanos irão dar o suporte e juntos farão a empresa engrenar, não deixando a máquina (empresa) emperrar.

Cuidado empregador a sua empresa poderá ser vencedora desse Reality, tenho certeza que esse prêmio (multas) você não ficará feliz em receber.

Agora, também deixo minha crítica: O governo que faça sua parte e cumpra com seu papel e com a lei. Pois estamos cansados de saber que existe lei, mas não se cumpre. E pior ainda, só existe lei para vira-latas já os com pedigree, bom deixa pra lá.

E Social, vem para cá, vem assistir as organizações aqui do lado de fora.



Publicado em: 27/10/2014         Fonte: Portal Administradores         Postado por: Ronnie de Sousa

Voltar