NOTÍCIAS

bakirkoy masaj evde masaj istanbul masaj masaj xnxx video ensest hikaye
6 previsões pessimistas que viraram negócios de sucesso

Amazon, B2W e as compras eletrônicas
Em 1966, a revista Time admitiu que o comércio remoto era tentador e viável. Comodidade à parte, o consumo a distância estaria fadado ao fracasso. “As mulheres gostam de sair de casa, gostam de lidar com a mercadoria, gostam da possibilidade de mudar de ideia”, escreveu a publicação.

Quase meio século depois, ficou claro que elas – e também os homens – não são tão afeitos a empurrar o carrinho de compras. Com o advento e popularização da Internet, o comércio eletrônico ganhou força e transformou-se em um negócio lucrativo. No Brasil, o varejo virtual movimentou 18,7 bilhões de reais no ano passado. A soma pode parecer modesta perto do faturamento global da gigante Amazon. Sozinha, a companhia faturou 48 bilhões de dólares com seus mais de 130 milhões de consumidores. Mas é no crescimento do e-commerce que as grandes empresas apostam para continuar investindo por aqui.

A B2W, que lidera o setor com os sites Americanas.com, Submarino e Shoptime, espera voltar ao azul depois de perder 89 milhões de reais em 2011. O resultado foi afetado pelos ajustes feitos nos processos de entrega e atendimento aos clientes. Ao que parece, a companhia deverá enfrentar um ambiente mais competitivo, com a expansão dos negócios da Nova Pontocom (Grupo Pão de Açúcar) e a entrada da Amazon no país, prevista para o segundo semestre.



Publicado em: 07/05/2012         Fonte: Exame.com         Postado por: Equipe Essência Sobre a Forma

Voltar

 

bursa escort
porno
porno
bodrum bayan escort