NOTÍCIAS

bakirkoy masaj evde masaj istanbul masaj masaj xnxx video ensest hikaye
23ª Convenção de Contabilidade de São Paulo reúne lideranças da classe contábil no Brasil

Por Fabrício Santos

Com o tema “Contabilidade: ciência a serviço da sociedade”, a 23ª Convenção de Contabilidade de São Paulo (Convecon) reuniu, na noite de ontem (18/8), no Palácio das Convenções do Parque Anhembi, cerca de 1.500 profissionais da Contabilidade. A Convecon tem como objetivo levar novas informações aos profissionais nas variadas vertentes da profissão: auditoria, empresas de contabilidade, perícia e área pública.

mesa

O presidente do Sindicato dos Contabilistas de São Paulo, contador Victor Domingos Galloro, proferiu o primeiro discurso da noite. Na oportunidade, Galloro fez um breve histórico das edições anteriores da Convenção e disse que “a classe contábil vem evoluindo constantemente por meio de permanente atualização.” O contador lembrou-se, também, da adoção das IFRS pelo Brasil. “Estamos em posição de destaque no cenário contábil mundial”, afirmou.

O deputado federal Arnaldo Faria de Sá reforçou o importante papel da classe contábil para o país. “Quanto mais valorizada, melhor será o nosso futuro”. No seu breve discurso, a deputada estadual Célia Leão disse que o “profissional da Contabilidade é o símbolo das palavras inscritas na Bandeira Nacional. Contabilista é organização, é ordem e progresso”.

O presidente do CRCSP e anfitrião da Convenção, Luiz Fernando Nóbrega, disse no seu discurso que “está mais do que na hora de proclamar aos quatro ventos, sem falsa modéstia, que a Contabilidade e os seus profissionais são, sim, protagonistas, detentores das informações e impulsionadores das gestões das empresas deste País”.

Na oportunidade, o presidente do CRC criticou o ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, por reportagem veiculada pela Revista Veja. Segundo a revista, Lewandowski, quando presidiu o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi contra o parecer de um auditor e teria alterado a demonstração de contas da campanha do PT à presidência em 2010. A matéria traz, ainda, um documento técnico-financeiro da campanha, escrito pelo ministro, que diz “não estamos lidando com as contas de um ‘boteco’ de esquina, mas de um comitê financeiro de uma presidente eleita com mais de 50 milhões de votos. Se assim fosse, contrataríamos um técnico de contabilidade de bairro”.

“Vejam vocês como é urgente a nossa união de forças, como não podemos ficar calados, como devemos nos manifestar na mídia, nas redes sociais e mostrar a realidade dos profissionais da Contabilidade brasileira”, afirmou o presidente do CRCSP.

O presidente do CFC, Juarez Domingues Carneiro, reforçou no seu discurso a relevância da campanha “2013: Ano da Contabilidade no Brasil. “É importante salientar que a campanha será veiculada, neste segundo momento, na mídia nacional. Vamos dar início ao processo de reposicionamento da nossa imagem perante a sociedade”, disse. Na oportunidade, Juarez disse que a presidência do Glenif está com a Argentina. “Foram dois anos de intenso trabalho que elevaram, ainda mais, o Brasil no contexto da contabilidade mundial”, finalizou o presidente.

A convenção é uma organização do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo (CRCSP), Federação dos Contabilistas do Estado de São Paulo (Fecontesp), Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo (Sescon-SP), Sindicato dos Contabilistas de São Paulo (Sindcont-SP), Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon), Associação dos Peritos Judiciais do Estado de São Paulo (Apejesp) e Associação das Empresas de Serviços Contábeis do Estado de São Paulo (Aescon-SP).

Compuseram a mesa de honra o presidente do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo, Luiz Fernando Nóbrega; o secretário de Estado do Desenvolvimento Social, Rogério Haman; a deputada Estadual Célia Leão; o deputado estadual Itamar Borges; o presidente do CFC, Juarez Domingues Carneiro; o contador José Carlos Marion; o presidente da CNPL, Francisco Feijó; o presidente do CRCRS, Zulmir Breda; o presidente do Ibracon, Eduardo Pocetti; o presidente da Anefac, Amador Alonso Rodrigues; o presidente da Fecontesc, José de Souza; o presidente do Sescon/Aescon, Sérgio Aprobatto Júnior; e o presidente do Sindcont (SP), Vitor Domingos Galloro.

Também participaram da 23ª Convenção os presidentes do CRCRN, Everildo Bento da Silva; CRCCE, Cassius Antunes Coelho; CRCSE, Aécio Prada Dantas Júnior; e CRCRJ, Diva Gesualdi; e o vice-presidente de Fiscalização do CFC, Sergio Prado de Mello.

Medalha Professor Hilário Franco

O grande homenageado da 23ª Convenção, com a Medalha Professor Hilário Franco, foi o contador Victor Domingos Galloro. A Medalha é destinada a agraciar o profissional da Contabilidade que se distinguiu na doutrina e pesquisa da Ciência Contábil ou tenha defendido, com distinção, dissertação de mestrado ou tese de doutorado em instituições de pesquisa ou na área do ensino contábil ou com a autoria de obras literárias na esfera da contabilidade. “Deus foi o grande mentor para que eu trabalhasse como contador”, relevou o homenageado.

 



Publicado em: 20/08/2013         Fonte: CFC         Postado por: Equipe Essência Sobre a Forma

Voltar

 

beylikduzu escort
porno
porno