NOTÍCIAS

bakirkoy masaj evde masaj istanbul masaj masaj xnxx video ensest hikaye
Golpe militar destitui o presidente egípcio

SÃO PAULO  -  (Atualizada às 16h34) As Forças Armadas do Egito comunicaram a Mohamed Mursi que ele não é mais o presidente do país, informou o presidente do Conselho Supremo das Forças Armadas egípcias, o coronel-general Abdel-Fattah El-Sisi, em pronunciamento na TV.

Mursi foi o primeiro presidente democraticamente eleito do Egito em 30 anos e o primeiro chefe de Estado muçulmano do mundo árabe.

O engenheiro de 61 anos, formado nos Estados Unidos, e líder da Irmandade Muçulmana foi declarado eleito em 24 de junho de 2012 e deposto três dias depois de completar um ano de um governo conturbado e marcado por violentas manifestações e divergências com o Judiciário e as Forças Armadas do país.

Sucessão

A Constituição do país será suspensa temporariamente e o chefe do Supremo Tribunal Constitucional, Adly Mansour, vai assumir a presidência até que ocorram eleições presidenciais antecipadas.

Após as eleições presidenciais, será convocado um pleito para o parlamento, em data ainda não especificada. A intenção dos militares, segundo El-Sisi, é a de formar um gabinete de coalizão nacional. Depois disso, deve ser constituído um comitê para estudar mudanças na Constituição. Tudo isso, garantiu o general, "tomando medidas para incluir a juventude egípcia no processo de tomada de decisão".

El-Sisi pediu à população que não se envolva em protestos violentos e continuem com manifestações pacíficas. Há celebrações acontecendo em comícios anti-Mursi na Praça Tahrir e na frente do palácio presidencial.

Diversas autoridades estavam presentes ao anúncio do chefe das Forças Armadas. Entre eles, a figura mais importante da oposição egípcia, Mohamed ElBaradei, ex-diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica.

ElBaradei disse que o plano de ação apresentado pelos militares vai garantir o cumprimento da demanda principal dos egípcios: as eleições presidenciais antecipadas.

Também estavam presentes o patriarca copta ortodoxo, Tawadros II; o grande imã de Al-Azhar, Ahmed El-Tayyeb; um representante do Partido Nour; e Mohamed Abdel-Aziz, um dos fundadores da campanha rebelde anti-Mursi.

Segundo o jornal Al-Ahram, diversos canais de TV islâmicos e de partidários do presidente deposto estariam sendo tirados do ar. A Irmandade Muçulmana, partido de Mursi, escreveu em sua conta no Twitter que a primeira medida dos que se dizem defensores da democracia "está sendo colocar fora do ar todos os canais da oposição".

No Cairo, tropas do Exército cercam o palácio presidencial com arame farpado e veículos blindados e ocupam pontos estratégicos da capital. 

 
Mais cedo, forças militares deram ordens proibindo Mursi de deixar o país — o que foi negado por dois altos funcionários da Irmandade Muçulmana. 
Em um discurso emocionado transmito ao vivo na TV, na noite desta terça, 2, o presidente afirmou que não aceitaria ordens e não renunciaria, aumentando o clima de tensão no Cairo.
 
Em seu site oficial, a Irmandade Muçulmana afirma que as ações dos militares são uma "conspiração contra a legitimidade, um golpe militar que desperdiça a vontade popular e leva o Egito de volta ao despotismo".
A declaração continua: "Estudiosos religiosos condenam o golpe e enfatizam a necessidade de defender o presidente eleito. Símbolos do regime extinto (de Hosni Mubarak) estão voltando à cena, às custas do sangue dos mártires de 25 de janeiro." A Irmandade acrescenta que "milhões de pessoas começaram a ocupar muitas praças do Egito, em apoio à legitimidade".
 Chanceler
O secretário das Relações Exteriores de Mursi, Essam El Haddad, fez uma dramática despedida em sua página no Facebook, onde ele diz que estava fazendo sua última postagem. “Nessas minhas últimas linhas, para o bem do Egito e para a exatidão histórica, vou chamar o que está acontecendo pelo seu verdadeiro nome: golpe militar”, escreveu Haddad.  

 



Publicado em: 04/07/2013         Fonte:         Postado por: Equipe Essência Sobre a Forma

Voltar

 

bursa escort
porno
porno
bodrum bayan escort