NOTÍCIAS

bakirkoy masaj evde masaj istanbul masaj masaj xnxx video ensest hikaye
Dia do profissional de contabilidade: uma data para comemorar conquistas

A história dos profissionais contábeis está intimamente ligada à trajetória do Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul (CRC-RS), entidade que rege e fiscaliza o exercício da profissão. Em 25 de abril, dia em que se comemora o Dia do Profissional Contábil, o CRC-RS celebra seu aniversário. Em 2012, a entidade completa 65 anos de atuação com muitos motivos para festejar. “Podemos comemorar o crescimento e o reconhecimento da profissão perante a sociedade”, declara o presidente do CRC-RS, Zulmir Breda.

Quando tudo começou, os contadores não imaginavam o tamanho que a entidade alcançaria no futuro. Um grupo de contadores idealizadores alugou um espaço na rua Uruguai, no centro da Capital, para dar início às atividades do órgão. Porém, ficaram ali por pouco tempo, pois o volume de associados e de trabalho começou a aumentar e o local ficou pequeno. Na solenidade de abertura do CRC-RS, que ocorreu no salão nobre da Associação Comercial de Porto Alegre, em 1947, foram mais de 100 assinaturas de profissionais envolvidos com a criação da nova instituição. O principal incentivador foi o contador Henrique Desjardins, que passou a ter o registro nº 1, sendo também o primeiro presidente do conselho (1947 a 1949).

Um ano depois, se instalaram em um conjunto na rua Riachuelo, porém, com o passar do tempo, o fluxo de atividade foi exigindo cada vez mais uma estrutura maior. Em seguida, mudaram-se para a rua General Câmara onde permaneceram por 17 anos.

Em 1975, com recursos próprios, sob o comando do presidente João Verner Juenemann, foi possível adquirir um terreno no bairro Menino Deus, na Rua Baronesa do Gravataí, 471. Somente em 21 de agosto de 1981, eles conseguiram inaugurar a nova sede, local onde permanecem até hoje. Foi construído um prédio de cinco andares, totalizando uma área de 2,351 m². Atualmente o CRC-RS ocupa uma área de 6.440m2

A inauguração do novo prédio contou com a presença de diversas autoridades da época, como o governador do Estado, José Amaral de Souza e o vice-governador, Octávio Germano, bem como o arcebispo de Porto Alegre, Dom Vicente Scherer.

Conselho acompanha evolução da categoria

ANA PAULA APRATO/JC

Juenemann diz que tecnologia tornou a prestação de serviço mais eficaz
No século passado, o Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul (CRC-RS) era formado em sua grande maioria por técnicos e, só mais tarde, quando os cursos de nível superior começaram a crescer, eles foram buscar qualificação. “Naquela época, os técnicos podiam exercer a maior parte das funções da contabilidade”, explica o ex-presidente do CRC-RS João Verner Juenemann, que também presidiu o Conselho Federal de Contabilidade (CFC) poucos anos depois.

Segundo ele, naquele período, as dificuldades eram proporcionais ao tamanho da entidade, no entanto, “se de um lado o número de associados era menor, os recursos também eram escassos”. Para Juenemann, com o advento da internet e de diversas ferramentas que surgiram com a modernidade, o serviço do órgão passou a ser mais eficaz, pois as publicações ganharam um destaque maior e com mais agilidade. “Nossos maiores desafios eram as questões financeiras e de comunicação”, relata. Mas assume com orgulho que foi a partir da sua gestão que os laços com a instituição federal começaram a se estreitar e, segundo ele, fez com que o Rio Grande do Sul tivesse mais notoriedade no cenário nacional.

Quanto aos planos para o futuro, caminho traçado há 65 anos, é tornar a entidade referência em assuntos de interesse da profissão contábil no Brasil. Para o presidente, Zulmir Breda, esse é o maior objetivo da sua gestão, além de continuar incentivando a especialização. “Para isso, cultuamos valores como ética e transparência; responsabilidade e comprometimento, integração e comunicação, qualidade e valorização e respeito e credibilidade. Temos um corpo técnico de funcionários e um colegiado de conselheiros comprometidos com esses valores e são capazes de levar o conselho a atingir seus objetivos”.

Depoimentos
Presidente do CRC-RS – Zulmir Breda – Gostaria de agradecer a todos os colaboradores, delegados, membros de comissões de estudos, grupos de trabalho e conselheiros do CRC-RS que fizeram parte dessa história. Quero também parabenizar a classe contábil gaúcha que trabalha pelo desenvolvimento do nosso País e que exerce um trabalho fundamental no progresso das empresas.

Presidente do CFC, Juarez Domingos Carneiro – O CRC/RS é referência para o Brasil de muita sintonia com o federal e representa anos de muito trabalho e comprometimento com a profissão.

Presidente do Sindiconta, Tito Viero – O conselho deixa registrado na história a segurança de que temos um órgão muito eficiente. Ele não existe para os profissionais apenas, mas para a sociedade.

Presidente do Sescon/RS, Jaime Gründler Sobrinho – Temos uma ligação respeitosa com o CRC-RS, que é um órgão de registro e fiscalização, e damos as merecidas homenagens e estamos juntos nessa jornada pela qualidade da mão de obra.

Presidente da Federacon, Sérgio Gilberto Dienstmann – São 65 anos de conquistas e melhorias que dão credibilidade à profissão. O conselho registra e fiscaliza as ações dos nossos profissionais e é um órgão atuante que dá seriedade ao trabalho profissional. Precisamos cada vez mais de pessoas atuantes que participem dessa entidade.



Publicado em: 25/04/2012         Fonte: Jornal do Comércio         Postado por: Equipe Essência Sobre a Forma

Voltar

 

beylikduzu escort
porno
porno
bodrum bayan escort