NOTÍCIAS

bakirkoy masaj evde masaj istanbul masaj masaj xnxx video ensest hikaye
IPI zero segue até dia 31 de janeiro


Após essa data, imposto terá aumento e passa a 2,5% de fevereiro a junho deste ano

Os fabricantes de móveis têm até 31 de janeiro para aproveitar a alíquota zero sobre o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para incrementar as vendas. Após esta data, conforme decreto do governo federal N. 7.879, de 27 de dezembro de 2012, o imposto passará para 2,5% e terá validade até 30 de junho deste ano.

A alíquota zero sobre o IPI já havia sido prorrogada para a linha de móveis até o final de dezembro do ano passado, somando três meses à primeira data estipulada pelo governo. Assentos, móveis e suas partes continuam reduzidos à taxa zero. Também são contemplados estofados, assentos transformáveis em camas, assentos giratórios de altura ajustável, assentos de rotim, vime, bambu ou de matérias semelhantes.

A redução do imposto era uma reivindicação antiga do setor moveleiro e da Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (MOVERGS), que atuou diretamente com o governo para obter essa conquista. O IPI zero impulsiona direta e indiretamente o crescimento de outros segmentos, auxilia a expandir o emprego formal, recupera outros tributos e beneficia o consumidor final. Para o presidente da MOVERGS, Ivo Cansan, esse benefício e a desoneração da folha auxiliam as indústrias a ampliarem sua competitividade, oferecendo produtos mais atrativos.

“Esses últimos dias de alíquota zero são importantes para o fabricante alavancar suas vendas, já que vários clientes estão atentos a essas oportunidades. Além disso, a redução representa um estímulo à economia e estamos confiantes que, neste ano, os móveis terão mais espaço na lista de compras do consumidor”, salienta.




Publicado em: 29/01/2013         Fonte: Portal Moveleiro         Postado por: Equipe Essência Sobre a Forma

Voltar

 

beylikduzu escort
porno
porno