NOTÍCIAS

Governo faz manobra de R$13,5 bi para cumprir meta fiscal


Brasília - Uma operação de triangulação envolvendo o Fundo Fiscal de Investimento e Estabilização (FFIE), a Caixa Econômica Federal e o Fundo Soberano garantirá ao Tesouro uma receita adicional de 13,5 bilhões de reais em dezembro, o que pode permitir o cumprimento da meta de superávit primário de 2012, informou à Reuters uma fonte do governo que pediu anonimato.

Leia Mais

A geração de receita por meio do resgate de títulos públicos pertencente a órgãos ligados direta ou indiretamente ao governo é um esforço do Tesouro para fechar as contas públicas e cumprir a meta de superávit primário de 2012 de 139,8 bilhões de reais com abatimento de até 25,6 bilhões de reais, conforme o estimado pela área econômica.

No acumulado até novembro, a economia fiscal foi de 82,7 bilhões de reais, o que significa que será necessário realizar um superávit de 31,5 bilhões de reais em dezembro para cumprir a meta com o desconto estimado.

No Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, o governo publicou uma portaria, com data retroativa a 31 de dezembro de 2012, autorizando o resgate de 8,8 bilhões de reais em títulos do Tesouro pertencentes ao FFIE, um fundo do governo de natureza privada cujo patrimônio não faz parte da contabilidade governamental.

"O próximo passo será a transferência desses valores para o Fundo Soberano, que faz parte da contabilidade fiscal", explicou a fonte da área econômica.




Publicado em: 04/01/2013         Fonte:         Postado por: Equipe Essência Sobre a Forma

Voltar

 

bursa escort
porno
porno
bodrum bayan escort