NOTÍCIAS

bakirkoy masaj evde masaj istanbul masaj masaj xnxx video ensest hikaye
Como o SOA é aplicado nas estratégias de negócio


O SOA (Arquitetura Orientada a Serviços) é um estilo arquitetural que orienta a construção de soluções de software, sendo seu elemento fundamental o conceito de serviço. De acordo com Henrique Shoiti Fugita e Kechi Hirama, autores do livro “SOA: Modelagem, Análise e Design”, lançado em setembro pela editora Campus/Elsevier, esse sistema possibilita que o ciclo de vida de soluções de Tecnologia da Informação (TI) seja mais rápido e menos custoso.

“É justamente este conceito que visa diminuir a distância entre TI e negócio. Anteriormente, essa distância acarretava um custo alto de implantação de soluções de TI devido à falta de alinhamento com o negócio. Mas para o SOA, os serviços devem ser desenvolvidos diretamente a partir dos processos de negócio, para prover informações e executar funções úteis para a estratégia”, explicou Fugita.

O mercado atual exige mudanças constantes por parte das organizações e o estilo arquitetural SOA visa a criação de soluções de TI menos engessadas, preparadas para receber alterações rapidamente e com impactos reduzidos. É um exemplo de como a TI pode ajudar as organizações a tornarem-se mais ágeis e dinâmicas. “Outro ponto importante do SOA, é a promoção do reuso de recursos existentes, que permite a racionalização e preservação dos investimentos em TI”, disseram os especialistas.

Esse sistema possui inúmeras vantagens para as organizações. Entre elas, estão a adoção do estilo arquitetural SOA e a racionalização e preservação de investimentos em TI para as empresas, a partir do reuso de serviços existentes, e o aumento da agilidade organizacional, devido à criação de soluções de TI mais flexíveis. “Outro grande benefício é o melhor alinhamento entre TI e negócio”, afirmou Henrique.

Segundo os autores, todas as empresas, em maior ou menor grau, fazem uso de soluções de TI para conduzir seus negócios. E todas, em algum momento, irão pensar em como aumentar a sua produtividade ou melhorar sua agilidade. “Evidentemente, quanto maior e mais complexa for a arquitetura de TI de uma empresa, maiores serão os benefícios trazidos pela adoção de SOA. Mas para as empresas menores, SOA também é interessante, pois torna sua arquitetura de TI mais produtiva e preparada para crescer”, explicam.

Sobre os autores

Henrique Shoiti Fugita é graduado em Engenharia de Computação e mestre em Engenharia Elétrica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (EP/USP). Atualmente, gerencia a equipe de Arquitetura da Scala IT Solutions. Desde 2005, vem acumulando experiência como desenvolvedor, analista e arquiteto em projetos de SOA, BPM, metodologia e governança para diversos clientes. Possui certificações em SOA e Rational Unified Process pela IBM e em Java pela Sun/Oracle.

Kechi Hirama possui graduação, mestrado, doutorado e livre-docência em Engenharia Elétrica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (EP/USP). É professor associado do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais (PCS) da EP/USP. Atua também como coordenador do Grupo de Sistemas Complexos do PCS, vice-coordenador do curso de especialização em Tecnologia de Software, coordenador do programa de treinamento em Qualidade de Software com CMMI do PECE (Programa de Educação Continuada em Engenharia da EP/USP) e revisor técnico de artigos dos simpósios SBQS e WOSES da SBC – Sociedade Brasileira de Computação.

 




Publicado em: 04/10/2012         Fonte: Revista Incorporativa         Postado por: Equipe Essência Sobre a Forma

Voltar

 

bursa escort
porno
porno
bodrum bayan escort