NOTÍCIAS

bakirkoy masaj evde masaj istanbul masaj masaj xnxx video ensest hikaye
"Informe Econômico": Mudança no PIS/Cofins deve acontecer no próximo ano


Por: Renato Carvalho

Mudança no PIS/Cofins deve acontecer no próximo ano

A simplificação do PIS/Cofins, desejada e sugerida pelos empresários que se reuniram ao longo do ano com a presidente Dilma Rousseff e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, não sairá do papel tão cedo. Prioritária para o governo, a mudança na forma de cobrança dos dois tributos deve ser anunciada apenas no fim do ano, ou em 2013.

A ideia inicial da presidente era anunciar a nova sistemática de cobrança do PIS/Cofins juntos a redução do preço da energia elétrica, mas nem a postergação do pacote — que só será divulgado após o feriado de 7 de setembro — será capaz de acelerar os trabalhos da área econômica.

O Ministério da Fazenda ainda não tem um projeto consolidado sobre o assunto. Considerados complexos por empresários e também pelo Palácio do Planalto, o PIS e a Cofins são responsáveis por grande parcela das disputas tributárias envolvendo empresas e a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

Mesmo sem anunciar a simplificação do PIS/Cofins, o governo deve reduzir a carga desses tributos na conta de luz. Os dois tributos respondem por 8,5% do preço final da energia elétrica no Brasil, e uma redução na alíquota de ambos já foi definida pelo governo. A redução do peso dos tributos sobre a conta de luz, no entanto, só terá efeito sobre o consumidor residencial.

Além disso, a presidente deve anunciar a extinção da Reserva Global de Reversão (RGR), Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), e Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica (Proinfa).

Rio de Janeiro pode gastar R$ 7,05 bi em obras

O Rio de Janeiro recebeu ontem autorização do Tesouro Nacional para contratar novos empréstimos no valor de até R$ 7,05 bilhões para obras de infraestrutura, saneamento, mobilidade urbana e prevenção de desastres naturais.  No mês passado, o Ministério da Fazenda já havia autorizado que 17 Estados contratassem nos próximos anos empréstimos adicionais de R$ 42,22 bilhões. O Tesouro ainda analisa o pedido de mais cinco entes da federação que também poderão receber o sinal verde para gastar.

Defasagem de IR é maior para a classe média

A classe média é a que mais sofre com a defasagem da tabela do Imposto de Renda (IR), que alcança 34,17% entre 1998 e 2011, segundo levantamento da consultoria Ernst & Young Terco. Conforme o estudo, um trabalhador que tinha como base de cálculo mensal para Imposto de Renda, em 1998, R$ 1.801, era tributado à alíquota de 27,5%. Isto é, pagava, mensalmente, R$ 135,28 de imposto. Com os valores atualizados até 2011, pelo IPCA, esse mesmo trabalhador ganharia R$ 4.465,01 e pagaria de IR, R$ 471,35.

Comércio entre Brasil e Argentina cai 10,7%

O fluxo comercial entre o Brasil e a Argentina caiu 10,7% em agosto, ante mesmo mês de 2011. As exportações argentinas para o mercado brasileiro cresceram quase na mesma proporção, 10,1%, segundo a consultoria argentina Abeceb, com base nos números divulgados ontem pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). “Está explicado exclusivamente pela queda das importações argentinas, já que as vendas ao Brasil cresceram com os maiores embarques de trigo”, disse a consultoria.

Comissão do Senado discute reforma no FGTS

A senadora Marta Suplicy  apresentou ontem para empresários da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) o anteprojeto da Comissão de Assuntos Sociais (CAS) para discutir a reforma do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A proposta é aumentar a rentabilidade do fundo dos atuais 3% mais Taxa Referencial (TR) para 4,5% ao ano mais TR, além de permitir que os trabalhadores possam realizar depósitos no FGTS.  “Vai dar uma boa lucratividade”, diz Marta, ao citar a fórmula de cálculo.

Analistas recomendam operadora CCR e BRMalls

Com os primeiros sinais de retomada da economia brasileira, em meio a um cenário externo ainda repleto de incertezas, analistas concentraram suas recomendações de investimento para setembro em ações de empresas voltadas ao mercado doméstico. A operadora de rodovias CCR foi um dos destaques, com cinco recomendações de nove carteiras. A BR Malls, administradora de shopping centers, também recebeu cinco recomendações, por fatores como exposição ao mercado doméstico.

Lupatech nomeia novo diretor financeiro e de RI  

A Lupatech  comunica que o Conselho de Administração nomeou Ricardo Ramos da Silva Mollo como diretor-financeiro e de Relações com Investidores (CFO). O executivo possui mais de 20 anos de experiência em bancos comerciais e de investimento. É graduado em Administração de Empresas pela FAAP com MBA em Finanças pelo Insper IBMEC, MBA em Corporate Finance pela University of Dallas e é PhD candidate em Finanças na University of London.

 




Publicado em: 04/09/2012         Fonte: DCI         Postado por: Equipe Essência Sobre a Forma

Voltar

 

bursa escort
porno
porno
bodrum bayan escort