NOTÍCIAS

bakirkoy masaj evde masaj istanbul masaj masaj xnxx video ensest hikaye
As várias faces da redução da Selic


O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) determinou anteontem (29) a nona redução seguida da taxa básica de juros, também conhecida como taxa Selic porque remunera os títulos públicos depositados no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic).

O colegiado de diretores do BC baixou a taxa dos atuais 8% para 7,5% ao ano, em linha com as expectativas da maioria dos analistas financeiros, como mostrou o boletim Focus divulgado na última segunda-feira (27) pela autoridade monetária.

De acordo com nota divulgada logo depois do fim da sexta reunião do Copom no ano, os diretores do BC optaram por manter a política de afrouxamento do processo monetário. A decisão foi por unanimidade, sem viés – não pode mudar nos próximos 45 dias. O Copom diz que: “considerando os efeitos cumulativos e defasados das ações de política implementadas até o momento, que em parte se refletem na recuperação em curso da atividade econômica, o Copom entende que, se o cenário prospectivo vier a comportar a um ajuste adicional nas condições monetárias, esse movimento deverá ser conduzido com máxima parcimônia”.

Foi a nona queda consecutiva desde agosto do ano passado, quando a taxa estava em 12,50%. De lá para cá a Selic caiu 5 pontos percentuais, equivalentes a 40%. Mas, embora sirva de parâmetro para os juros bancários, a queda não tem sido repassada pelo sistema financeiro nacional (SFN) nas mesmas proporções. No mesmo período, a taxa média dos juros bancários caiu de 121,21% para 102,97% ao ano. Redução de 18,24 pontos percentuais, equivalentes a apenas 15,04%.

A expectativa dos analistas financeiros, consultados todas as semanas pela pesquisa Focus do BC, está indefinida, porém, em relação à continuidade do processo de afrouxamento da política monetária nas reuniões futuras do Copom, uma vez que a atividade econômica dá sinais de reaquecimento e a inflação começa a preocupar. Eles esperam a publicação da ata da reunião, quinta-feira (6) da semana que vem, para tirar conclusões sobre as tendências do BC.

OPINIÕES

Fiesp/Ciesp


“Reconhecemos a importância da nona queda consecutiva da taxa Selic, em um ano, mas já estamos no segundo semestre e os efeitos na demora em reduzir os juros mais rapidamente estão batendo na nossa porta. A previsão da Fiesp é que o PIB irá crescer apenas 1,4% até o final de 2012, enquanto a indústria de transformação terá crescimento negativo de 1,3%, ou seja, o ano praticamente está perdido”, afirma Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp.

Skaf afirma que nesse momento o Brasil precisa, de fato, adotar um sólido planejamento e visão global de crescimento para o País. Ele lembra que países que trilharam esse caminho – como a Coreia do Sul, que adotou estratégias de planejamento visando à competitividade – tiveram sucesso.

“A Coreia investiu em políticas governamentais voltadas ao setor industrial, para ganho efetivo de competitividade. Simplificaram a questão tributária, investiram em educação e financiaram com baixo custo a atividade produtiva. Em suma, todos os países que cresceram e melhoraram a qualidade de vida de sua população sabiam exatamente aonde queriam chegar e trabalharam nas ações necessárias para se atingir os objetivos definidos. Ou seja, planejamento e ação”, conclui Skaf.

CNI - Confederação Nacional da Indústria

Entidade assinala que economia brasileira ainda não retomou o ritmo de crescimento e indústria é o setor mais atingido pelo desaquecimento

O Copom agiu acertadamente ao manter seu ciclo de redução da taxa básica de juros, a Selic. A economia brasileira ainda não conseguiu retomar o ritmo de crescimento e as previsões são de que os efeitos da desaceleração se prolonguem além do inicialmente esperado, avaliou a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O segundo semestre está em curso, mas as previsões de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para o ano estão abaixo dos 2%, assinalou a entidade..

A CNI enfatizou que o ambiente atual justifica a continuidade da redução da taxa de juros em 0,5 ponto percentual. Na indústria, setor que mais se ressente da desaceleração da economia, a produção ainda não cresceu no ano. Em junho, o nível de produção é 5,5% inferior ao mesmo mês de 2011, observou a entidade. De outro lado, sublinhou a CNI, a inflação mantém-se dentro da meta, sem previsão de acelerações que possam colocar em risco seu cumprimento no fim do ano.

IBEF SP

Nota do presidente Keyler Carvalho Rocha

“Apesar de ter registrado uma leve alta em agosto, a inflação segue dentro do previsto e é um dos principais motivos para a concretização deste novo corte de 0,50pp na taxa Selic, anunciado há pouco pelo Banco Central e que confirma o que a comunidade financeira e o mercado, como um todo, já esperavam. Junto à queda da inflação, outros fatores que também justificaram as últimas reduções da taxa básica de juros permanecem inalterados, como as incertezas em relação ao ambiente macroeconômico internacional, por exemplo. Será necessário aguardar a ata desta reunião de agosto para termos uma posição mais acertada quanto aos rumos que o Copom deve dar para os juros em suas últimas reuniões de 2012”.

FIRJAN - Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro

“A nova redução da taxa Selic é coerente com o quadro de baixo nível de atividade, mas não é suficiente. Mesmo após um ano de reduções sucessivas da taxa de juros, a economia brasileira deve encerrar 2012 com crescimento ainda menor do que o registrado no ano passado. No caso da indústria, as projeções apontam para desempenho abaixo de zero para este ano. Não obstante, a inflação tem dado sinais de aceleração, encurtando o horizonte para reduções adicionais da taxa básica de juros. Nesse cenário, o Sistema FIRJAN insiste na necessidade de adoção de medidas que aliviem os custos de produção e aumentem a competitividade do produto nacional, fator chave para a retomada da confiança empresarial e, consequentemente, do crescimento econômico brasileiro.




Publicado em: 31/08/2012         Fonte: Revista Incorporativa         Postado por: Equipe Essência Sobre a Forma

Voltar

 

beylikduzu escort
porno
porno
bodrum bayan escort