COLUNISTAS


Facebook Twitter Linkedin
Rodrigo Rossetti Lopes

• Bacharel em Administração de Sistemas de Informação - Centro Universitário Ibero Americano;

• MBA, Executive Business Administration - Insper Business School;

• ITIL® Foundation in IT Service Management - ITILF -
Licença da certificação 5268403.20361852

• Information Security Management - ISFS - (ISO/IEC27002)
Licença da certificação 5276273.20365240

• IT Service Management. - ITSM20F - (ISO/IEC20000)
Licença da certificação 5276273.20366991

• Green IT Citizen - GRITC -
Licença da certificação 5276273.20370792

• Cloud Computing in IT Management - CLOUDF
Licença da certificação 5276273.20377965

• Certificated Integrator in Secure Cloud Services - CI-SCS
Licença da certificação 5276273.20377964

• Member Participant Project Management Institute
Licença 1103183

• EMPRETEC
ONU / Sebrae

 


Vendas de Wearables explodiram: Mas afinal, quantos dispositivos foram vendidos?

Por Rodrigo Rossetti Lopes

 

Desvendando as Vendas de Dispositivos Vestíveis.

O mercado de Tecnologia Werable surgiu criando enorme expectativa sobre os produtos que seriam lançados, as funcionalidades potenciais e os benefícios que poderiam proporcionar, porem a evolução desta industria tem sido lenta desde então. Grandes marcas como Fitbit, Apple e Xiaomi ampliam continuamente seus esforços e conseguiram alguns ensaios e poucos primeiros sucessos. Muita gente ainda esta se perguntando se realmente os Wearables serão a próxima revolução da tecnologia.

 

O grande mercado Wearable

 

Comparando de números

Mais de 1,433 bilhões de smartphones e 206,8 milhões de tablets foram vendidos só 2015 com pequeno percentual superior em 2o016. Essas são alguns números significantemente grandes, então como ficam as expectativas para o recém-criado setor wearable nesta comparação e quan serão os vencedores e perdedores neste mercado?

O gráfico abaixo mostra dados e estimativas de share de mercado de smartphones por região / país de 2015 a 2020. A China deverá representar 28,34% do mercado mundial de smartphones em 2018.

 

Quantos relógios da Apple foram vendidos?

Dando uma olhada nas estatísticas para o Apple Watch, ficamos sempre um pouco intrigados, em parte porque Cupertino se recusa a liberar números, um sinal de que não são tão confiantes sobre o seu SmartWatch como no iPhone Business.

Estatísticas recentes estimam que as remessas do aparelho caíram 55% no segundo trimestre de 2016, embora admita que a cifra esteja sendo comparada diretamente ao seu enorme trimestre de lançamento e muitos compradores potenciais podem simplesmente ter aguardado pelo Apple Watch 2.

Desde a chegada muito esperada do Apple Watch, estima-se ter vendido 14,7 milhões de unidades até o final do segundo trimestre de 2016. O que esta bem longe do total vendas da líder Fitbit, mas ainda mantém-se muito bem considerando seu preço top de mercado e o fato de que ele foi lançado no final do ano.

 

Quantos Wearable Fitbit foram vendidos?

Com uma linha robusta, a Fitbit permanece incrivelmente popular. O fato, confirmado pela Fitbit no início deste ano, de que os novos dispositivos Blaze e Alta vendeu mais de um milhão de aparelhos cada um no espaço de um mês é uma prova sólida disso. Isso significa um grande resultado.

Em geral, desde 2014, estima-se que a Fitbit tenha vendido 36,7 milhões de Trackers no total, 4,8 milhões destes no primeiro trimestre de 2016. Isso é grande número para a Tecnologia Wearable. A marca está bem a frente de suas rivais - Garmin atingiu por volta 30 milhões menos dentro do mesmo período de tempo - e seria obviamente ainda mais distante se nós tivemos estatísticas mais antigas de vendas da Fitbit.

 

Quais são os números de vendas Xiaomi Mi Band?

Temos os números da Xiaomi até o primeiro trimestre de 2016, não incluindo o popular Mi Band 2. Xiaomi continuou possuindo uma forte presença e foi a segunda marca mais vendida de 2015.

De 2014 para o primeiro trimestre de 2016, os números estimados é que a empresa chinesa vendeu um total de 16,8 milhões Mi Band Trackers. Isto se encaixa com a declaração oficial vinda da Xiaomi, mostrando que atingiu 10 milhões de Trackers em nove meses de 2015.

Enquanto estes números parecem muito saudáveis, a grande questão são quais os resultados a Xiaomi está obtendo fora de seu mercado doméstico. Nós não temos estas respostas, mas certamente na Europa e nos EUA ainda esta bastante distante dos mesmos índices de casa.

 

Quantos SmartWatches da Samsung foram comprados?

Depois de um começo difícil com dispositivos mal avaliados, a Samsung está ganhando tração lentamente no Mercado Wearable.

As estatísticas ainda estão longe da rival Fitbit e também quanto a tecnologia, mas estima-se que a empresa coreana acumulou 7,1 milhões de vendas de seus SmartWatches Gear e Fit Wearables de 2014 até o final do segundo trimestre de 2016. Isso é suficiente para colocá-lo entre os cinco primeiros para a maioria dos trimestres - novos produtos como os fones de ouvido sem fio Gear IconX poderia ajudá-la a ir ainda melhores resultados este ano.

 

E os números da Garmin?

A Garmin vendeu cerca de 6,3 milhões de relógios GPS e Rastreadores de Fitness de 2014 a Q216. Isso não a deixa muito distante das conquistas da Samsung, uma empresa muito maior, com uma presença mundial maior.

Garmin está certamente em boa forma, avançando em sua tática que parece ser a criação de um bom número de modelo de dispositivos, todos com especificações ligeiramente diferentes, porem com características e faixa de preços que atenda o maior número de públicos.

 

Como está o Android Wear?

Os Relógios Android Wear continuam retardatários, especialmente quando comparado com a Apple e Samsung. Estimativas do Canalys  indicam  que 720.000 dispositivos Android Wear tenham sido vendidos em 2014, pesquisas apresentam um número muito mais saudável para 2015, com 4,1 milhões de unidades vendidas - um total para os dois anos de 4,82 milhões.

Parece bom, mas considere que isso inclui dispositivos da Sony, Samsung, LG, Asus, Huawei, Fossil e Motorola. Acredita-se que o Moto tenha sido o vencedor do Android Wear até o momento e estima-se que tenha arrecadado 700 mil vendas nos primeiros dois trimestres de 2016, em parte graças ao novo Moto 360 Sport. O LG Watch Urbane vendeu 300 mil no segundo trimestre também, sinal de que as vendas do Android Wear estão aumentando.

Na extremidade do luxo, a Tag Heuer vendeu mais de 100.000 de seu relógio de $ 1.500 Connected Wear.

Estatísticas atualizadas para o Pebble. (COMPRADA PELA FITBIT EM 12/2016)

Em fevereiro de 2015, a Pebble anunciou que havia atingido um milhão de vendas, já em maio de 2016, o CEO Eric Migicovksy confirmou para The Verge que ele havia vendido 1,8 milhão smartwatches até aquele momento.

Sabemos que 95.000 unidades foram deslocadas com a sua campanha Pebble no período do lançamento pelo Kickstarter e o Pebble 2 / Time 2 / Core tinha mais 66.000 patrocinadores na plataforma.

 

E o resto?

O levantamento de números para o Setor de Wearables como roupas e outros vestuários é uma tarefa complicada. Marcas como Jawbone não realizam qualquer divulgação de seus números, mas nós conseguimos descobrir algumas outras estatísticas complementares.

TomTom alcançou um respeitável 1,1 milhões de vendas para os seus relógios desportivos entre 2014 e 2015.

Curiosamente a BBK, produtor de relógios infantis, venderam 1,4 milhões de dispositivos no terceiro trimestre de 2015 e o primeiro de 2016. Na verdade, no terceiro trimestre do ano passado, eles equipararam a tecnologia da gigante Samsung para suas vendas. Isso é bastante impressionante para eles, não tanto para a Samsung.

Enquanto isso, a Misfit vendeu dois milhões de unidades nos 18 meses até agosto de 2015, incluindo 600 mil na China e, em seguida, superando a Fitbit.

Para os startups e projetos de crowdfunding, os números podem ser pequenos ainda, mas possuem potencial de alto crescimento - Blocks (5, ooo + durante a campanha), Moov (cerca de 20.000 durante a campanha), Bellabeat (350.000 até agora).

 

Quantos dispositivos Virtual Reality foram vendidos?

SmartWatches e Trackers de fitness podem, por enquanto, serem os principais dispositivos do Setor Wearable, mas dispositivos de realidade virtual parecem prontos a alcançarem, se não os ultrapassar, em termos de vendas absolutas. Existem já algumas estimativas de vendas sendo projetadas, mas o que é real para VR?

Alguns analistas estimam um milhão de unidades ou mais do Oculus Rift, mas esses parecem estar muito longe do fato real, parece mais provável que seja em torno de 80.000, apontam outros números. Uma pesquisa recente do Steam descobriu que 66% dos usuários possuem o fone de ouvido rival HTC Vive, que se estima ter vendido 100.000 unidades até o momento, enquanto apenas 34% têm um Oculus Rift ou Oculus Rift DK2 - embora os donos do Rift possam acessar os jogos via Óculos Home.

A versão atual do Samsung Gear VR vendeu um confirmado 300.000 na Europa até maio de 2016, não há quaisquer números para o resto do mundo ainda. Uma ótima indicação é que óculos se vangloriava de que, em abril, um milhão de pessoas usou um Gear VR.

Esses números são todos ultrapassados pelo dispositivo popular Google Cardboard, que atingiu a marca de cinco milhões, depois de 19 meses, em janeiro de 2016. Mas isso não é uma surpresa considerando que você pode comprar um por apenas 15 Euros, ou mesmo gratuitamente como parte de uma oferta. Com o Google Daydream para celulares e PlayStation VR - PS4, as vendas de fone de ouvido VR devem passar a crescer a partir deste ano de 2017.

 

Top 5 fornecedores de dispositivos Wearable

Fonte do Gráfico: IDC

Quais Wearables, SmartWatches e VR Devices você possui, gostaria de possuir ou acredita que ainda pode ser desenvolvido? Você comprou vários wearables até agora? Deixe-nos saber nos comentários.

 

Postado dia 14/01/2017 - Fonte: Essência Sobre a Forma

Visitantes: 1841


beylikduzu escort
porno
porno