COLUNISTAS


Facebook Twitter Linkedin
Elenito Elias da Costa

• Formado em contabilidade pela UNIFOR - Universidade de Fortaleza;
• Especialização em Auditoria pela UNIFOR - Universidade de Fortaleza;
• Pós-graduado em controladoria pela UNIFOR - Universidade de Fortaleza;
• Mestrado em Auditoria pela UNIFOR - Universidade de Fortaleza;
• Analista Econômico Financeiro pelo IBAMAC;
• Instrutor de curso no SEBRAE/CDL/CRC;
• Professor universitário, palestrante e avaliador do MEC;
• Autor de diversos artigos publicados no Brasil e exterior;
• Sócio da empresa Irmão Empreendimentos Contábeis Ltda;
• Autor dos livros Contabilidade - Coletânea de artigos e Contabilidade - Coletânea de artigos Vol. II
• Um dos autores do livro Transparência - Uma visão sistêmica da analise empresarial nos demonstrativos contábeis e financeiros da Editora Fortes.

 


Delicado momento do Sistema (Fênix)

Por Elenito Elias da Costa

 

"O sistema está implodindo rapidamente e suas consequências são devastadoras, somente a sociedade organizada poderá contê-lo, inexiste outra solução".


Epitáfio

O cenário econômico e social nos remete a uma reflexão realista diante dos números, dos índices, da volatilidade, das oscilações, do desemprego, do PIB, das greves, dos custos, tributos e encargos trabalhistas, da concorrência, dos sistemas, da corrupção, dos valores individuais, da responsabilidade social e ambiental, a inadimplência, da saúde, da educação e demais. 

E o mais agravante é que não consigo visualizar uma luz que possa elucidar e indicar a melhor e mais rápida solução, o que se sabe é que será lenta essa recuperação e isso provavelmente devorará recursos, empresas, patrimônios e profissionais.

Estamos diante de um quadro de degeneração gradativa e temo que isso possa eclodir atividades ilícitas e elevar os índices de violência e agravo social.

A base da pirâmide deve ser bem controlada nesse momento, os programas assistencialistas devem se desenvolver de modalidade exponencial buscando minorar os danos que podem causar uma turba descontrolada.

As classes mais favorecidas devem entender que só terão sustentabilidade e continuidade se as classes menos favorecidas estiverem sob controle, pois o sistema é uno, e seu equilíbrio depende de ações contentadoras.

A história nos ensina que os conflitos devem ter atenção especial evitando morosidade na busca de sua solução, a sua mora gera desconforto indesejável diante do pleito que se aproxima.

As estratégias devem ser elencadas de modalidade sincronizada e oportuna, os resultados positivos derivam de ações racionalmente desenvolvidas obedecendo á segmentação das classes e buscando particularizar seus anseios, dando a impressão primor de foco equivalente.

Devemos nos lembrar de que a sociedade deve participar dos atos, pois sua ideia se expande progressivamente quando se faz percebe a sua inserção, pois os resultados são mais sensíveis.

Sei que muitos nesse momento estão estáticos procurando entender o que deve vir, mas enquanto isso outros estão buscando alternativas para minorar o fator RISCO e sabemos que isso é a melhor ação diante desse cenário.

O cenário econômico e social brasileiro está sentindo os efeitos e consequências derivativas das crises em evolução e nossa posição não parece confortável, pois todas as ações até o momento empreendidas não surtiram os efeitos previstos o que comprova que qualquer ação empregada denota tempo para sua avaliação e isso é o que não temos.

O ano de 2012 representa um período desastroso para qualquer nação do globo, pois a gula de poucos destruiu sonhos de muitos, e o mais agravante é que não há remédio para essa epidemia, o que existe são doses que podem lentamente alcançar o objetivo, mas temo que o hiato temporal seja motivador de resquícios letais, que podem influenciar o fator RISCO.

O sistema sempre existirá, mas poderá sofrer mudanças, que poderá alterá-lo, mas o RISCO deve ser avaliado, sempre as alterações trazem consequência, mesmo induzido pela turba desorientada, eis a oportunidade dos vivaldinos.

A sociedade ferve em conflitos e greves e isso afeta a consciência e a inconsciência de seus integrantes e temo pelo clamor dos fatores emocionais que nébula essas decisões, pois seus herdeiros receberão essa herança, maldita ou não.

Devemos nos lembrar de que o sistema deverá ressurgir das cinzas, para o bem ou não, mas devemos estar preparados.

Empresas

Estão passando por um momento inigualável e único, onde há uma exigência de transparência e controle internos das ações, mas ainda estamos praticando débeis gestões motivadas por limitações de seus mentores, que buscam as mesmas idiotices pra driblar e tirar proveito de terceiros.

O sistema tributário exige uma postura diferenciada de uma empresa gerida através de vícios e praticas não convencional na vã tentava de desacreditar o sistema tributário.

Os fatores extrínsecos agrega maior dificuldade na sustentabilidade e continuidade dessas empresas.

O cenário mundial exige ações criativas e talentosas que por sua vez são derivativas de uma formação educação de qualidade globalizada.

Não tenho dúvidas que muitas empresas perecerão assim como creio que muitas nascerão com os controles e planejamentos sincronizados.

Profissionais 

Estão passando por um momento muito delicado, pois aquele que não agrega valor faz parte do prejuízo e o chairman sabe que precisa se desfazer desse peso cadavérico.

A capacitação e a qualificação inserida obrigatoriamente em sua formação devem provar a sua função através de criatividade a talento necessário para sua permanência.

Lamento que muitos hão de perecer, mas isso é o sistema.

O sistema não deve perdoar aquele que não estiver preparado.

O mundo deverá segregar essa diferença e lamento que o continente africano estará muito mais habitado.

O sistema econômico será mais voraz na sua securitização, e terá somente o apoio religioso para buscar confortá-lo.

A distancia será mais acentuada entre países do primeiro, do segundo e o emergente presumível.

Conclusão 

Não tenho como concluir, mas acredito que se não houver uma mobilização social na busca de sanar as consequências dessas crises não haverá futuro.

Os números e índices declinantes devem merecer uma reflexão mais apurada e somente com os valores individuais alicerçados por uma educação de qualidade poderão encontra a solução desejada.

O presente artigo é dependente de up grade em sua essência, mas a nossa inépcia é um agravante.  

A sociedade organizada ou não deve refletir sobre esses acontecimentos, pois quer queira ou não será afetada de qualquer maneira, e temo o futuro que nos espera caso não haja mobilização na busca de soluções apaziguadoras. 

Sejamos felizes agora, pois do futuro nada posso falar.

Acredito que não seja o caos, mas estamos nos aproximando dele.

A única solução está na vontade popular, não em partidos, políticos ou qualquer outro, só há um poder o da sociedade organizada.

Postado dia 08/08/2012 - Fonte: Essência Sobre a Forma


Todos os artigos deste autor:

Check list para empresas pequenas e do sistema do SIMPLES - 08/11/2015

Nunca é Tarde para Fazer uma Contabilidade Certa - 24/05/2015

A Gestão de Recursos Humanos, o Custo Brasil e a Estabilidade Econômica - 06/05/2015

Há Algo de Podre na República Federativa - 02/05/2015

Dia do Contabilista, dia 25 de abril - 21/04/2015

A Incompreensível Ausência da Transparência Contábil - 19/01/2015

Apocalipse das empresas do SIMPLES - 11/01/2015

A Perícia Contábil no Contexto da Tranparência Global - 21/10/2014

Contador e Administrador uma Constante Busca para Alcançar a Sustentabilidade - 29/09/2014

Assessorias, Contábil e Jurídica, Minimizam Risco do Seu Empreendimento - 28/08/2014

Cuidado com sua Contabilidade e sua Gestão Empresarial - 24/08/2014

BRASIL CONNECTION - 23/06/2014

A Contabilidade, a Lei Ante Corrupção e a Teoria de Thomas Piketty - 27/05/2014

Brasil do futuro só com o progresso dos trabalhadores - 08/03/2014

Administração e Contabilidade - Irmãs Siamêsas - 14/02/2014

Quando estudantes e profissionais se tornam marionetes - 28/11/2013

Sonegação Fiscal - Um fato lesivo ou uma justificativa, eis a questão - 13/11/2013

Uma ação reflexiva sobre empresas e profissionais - 21/10/2013

Empresa do SIMPLES NACIONAL - 27/09/2013

Contabilidade - Solução para o Mundo - 15/09/2013

Mais um dia da In...dependência do Brasil - 07/09/2013

Valores, princípios e conhecimentos são fatores essenciais na qualidade, sustentabilidade e continuidade de qualquer empreendimento - 31/05/2013

Contabilidade e a vida - 31/03/2013

Assessoria Contábil no Cenário Globalizado - 13/03/2013

Monografia ou artigo, eis a questão - 23/02/2013

Momento situacionista do seu processo decisório - 01/01/2013

Contador, uma profissão com futuro promissor - 10/11/2012

Perfil desejável de um curso de bacharelado em ciências contábeis - 06/10/2012

Sincronia racional da contabilidade - 11/09/2012

Contabilidade para usuários externos - 02/09/2012

Delicado momento do Sistema (Fênix) - 08/08/2012

Qualidade gera sustentabilidade e continuidade - 24/07/2012

Reciclagem para professores de contabilidade - 12/07/2012

Contabilidade tributária nas empresas - 03/07/2012

Contabilidade, o melhor instrumento contra a corrupção - 29/06/2012

Visitantes: 2142


beylikduzu escort
porno
porno