COLUNISTAS


Facebook Twitter Linkedin
Vanildo Veras

• Diretor de inteligência fiscal na Datanil Consultoria Contábil Ltda;
• Contador, consultor com especialização em gestão corporativa pela PUC-SP;
• Análise Financeira Contábil pela Universidade Federal do Paraná (UFPR);
• Especialista em Inteligência Fiscal e Planejamento tributário;
• Também atua como Vice-Presidente Financeiro do Sindicato das Empresas Contábeis do Estado de São Paulo (SESCON-SP);
• Coordenador do Programa de Qualidade de Empresas Contábeis - PQEC-ISO;
• Atuou por 8 anos como Coordenador e Presidente da Câmara Setorial de Contabilidade;
• É Palestrante, conferencista e articulista com atuação nacional em temas relacionados às áreas de Inteligência Fiscal e estratégia de negócio com foco em resultados.

 


13 dicas infalíveis para quebrar sua empresa

Por Vanildo Veras

 

Observe se identifica alguma das dicas em sua jornada empreendedora que possam afetar de forma negativa e, até mesmo, levar ao fim o seu negócio

Todo negócio necessita de um grau de otimismo, o que é desejável e natural. Porém, quando há um elevado espírito de otimismo, pode ser prejudicial caso os envolvidos não cuidem devidamente de alguns aspectos determinantes e elementares para que o empreendimento possa se perpetuar. Observe se identifica alguma das dicas em sua jornada empreendedora que possam afetar de forma negativa e, até mesmo, levar ao fim o seu negócio.

1 - Faça planos e deixe o universo conspirar a favor. Você é um cara de sorte e tudo vai acontecer naturalmente;

2 – Ao contratar pessoas para a sua equipe, foque no menor salário, pois assim alcançará excelentes resultados. Nunca se esqueça que "do couro tira-se a correia";

3 – Não desperdice seu tempo e dinheiro com treinamentos, basta você definir como serão as regras que todas as pessoas saberão fazer tudo direitinho, não é mesmo?;

4 – Invista apenas em marketing, pois ele sozinho garantirá os resultados que seu negócio precisa;

5 – Lembre-se que cliente é tudo igual, não perca o seu tempo tentando descobrir as necessidades deles, basta rotular bem os seus produtos ou serviços que todos vão querer consumi-los;

6 – Você não pode perder o seu precioso tempo em reuniões com o seu contador para discutir sobre formas legais para reduzir a carga tributária da sua empresa. Você já sabe qual é a melhor alternativa e ponto final;

7 - Não mantenha controle financeiro. O que importa é dar uma olhadinha na conta bancária. Fazer fluxo de caixa, planejar e acompanhar as operações financeiras não vale a pena pois, afinal, o importante mesmo é ter dinheiro na conta;

8 - Não esqueça que resultado é uma conta simples (tudo que entra menos tudo que sai). Medir resultados dá muito trabalho e é desnecessário. Jamais esqueça que a sorte sempre estará ao seu lado;

9 - Não esquente a cabeça com dinheiro. Agora você é um empresário e sua vida tem tudo para melhorar. De forma prática, tudo pode ser resolvido com um cartão de crédito corporativo. Ele resolverá todas as suas necessidades e sua empresa pagará com tranquilidade as faturas mensais;

10 - Faça do caixa da sua empresa uma extensão da sua carteira. Quando precisar de dinheiro, basta pegar. Nada de estabelecer limites e muito menos um valor fixo de retirada mensal, afinal, você é empresário e jamais pode ter limites;

11 - Todo empresário merece usufruir da vida e com você não pode ser diferente. Diante desta situação, nada de trabalhar mais do que 8 horas por dia, sábados nem pensar, domingos e feriados, então, jamais! Não esqueça que está no comando e você é o cara;

12 - Abra várias contas bancárias para sua empresa e não se esqueça de agradar bem os seus gerentes, pois dependerá muito deles para conseguir bons limites nos cheques especiais de cada conta para utilizar sempre que precisar;

13 - Contrate uma contabilidade para cuidar apenas dos impostos e da folha de pagamento dos seus empregados e, no máximo, um livro caixa. Não se atreva a pensar em escrituração contábil, pois lhe disseram que sua empresa não está obrigada. Você é um empresário que sabe das coisas, não precisará da contabilidade para apurar os resultados, apresentar indicadores e relatórios de evolução das despesas, receitas, contas a pagar e a receber e dos impostos em aberto. Estas informações não ajudam em nada pois você já sabe que é um cara de sorte e o universo conspira a seu favor, não é mesmo?;
Importante lembrar que basta praticar todas as dicas acima que a quebra será certa. Mas, se você fraquejar e só conseguir praticar algumas dicas, fique tranquilo, pois pode demorar um pouco mas, da mesma forma, seu negócio não alcançará o próximo ano.

Pense nisso!

 

Postado dia 14/02/2016 - Fonte: Essência Sobre a Forma

Visitantes: 1881