COLUNISTAS


Facebook Twitter Linkedin
Elenito Elias da Costa

• Formado em contabilidade pela UNIFOR - Universidade de Fortaleza;
• Especialização em Auditoria pela UNIFOR - Universidade de Fortaleza;
• Pós-graduado em controladoria pela UNIFOR - Universidade de Fortaleza;
• Mestrado em Auditoria pela UNIFOR - Universidade de Fortaleza;
• Analista Econômico Financeiro pelo IBAMAC;
• Instrutor de curso no SEBRAE/CDL/CRC;
• Professor universitário, palestrante e avaliador do MEC;
• Autor de diversos artigos publicados no Brasil e exterior;
• Sócio da empresa Irmão Empreendimentos Contábeis Ltda;
• Autor dos livros Contabilidade - Coletânea de artigos e Contabilidade - Coletânea de artigos Vol. II
• Um dos autores do livro Transparência - Uma visão sistêmica da analise empresarial nos demonstrativos contábeis e financeiros da Editora Fortes.

 


Nunca é Tarde para Fazer uma Contabilidade Certa

Por Elenito Elias da Costa

 

“A verdade um dia cobrará o seu preço e o castelo de cartas ruirá,

pois é somente uma questão de tempo, controle interno e transparência e

não de dinheiro ou poder“ (O autor)

 

1.  INTRODUÇÃO

O mundo globalizado poderá a qualquer tempo cobrar o seu preço e a sociedade deverá pagar, lamento que o sistema tenha volatilidade e oscilações que podem exigir ônus pecuniários, sangue, lágrimas e sofrimento, mas convenhamos não podemos fazer uma omelete sem quebrar os ovos.

O sistema está desgastado e a gula de poucos não pode prosperar diante da necessidade básica de sobrevivência da base da pirâmide, pois sabemos que o atual sistema perdeu a sensibilidade e entendimento que o importante é o homem e não somente a vontade de conservar poder e dinheiro de uma minoria.

Lembro que se aproxima o tempo de que a sociedade menos favorecida poderá exigir seus direitos básicos ainda negados por uma minoria que pensa com o bolso e não com o cérebro, por pensar que o importante é o poder e dinheiro e não a sensibilidade da sobrevivência humana.

Apesar de nossa evolução, somos vitimas de nossa imperfeição, e o sistema cobrará o custo desse entendimento.

 

2.   GESTÃO EMPRESARIAL

Sabemos que a população cresce exponencialmente quando compararmos com os números de empregabilidade, surgindo, portanto um sistema de pequenas empresas.

Também sabemos que as médias e grandes empresas estão estudando diuturnamente para redução de CUSTOS E DESPESAS, investindo em tecnologias de ponta, mesmo que essa ação tenha um preço que exija do cidadão uma educação qualitativa para sua inserção no mercado de trabalho e diante do reduzido e seletivo número muitos abre o seu próprio empreendimento.

No Brasil é indiscutível o número crescente de empresas que adentram no SISTEMA SIMPLES, que tem comprovada importância na redução dos agravos sociais e manipulam uma economia informal que inibe a formalidade da necessidade de controle de uma Economia formal, mas é uma alternativa encontrada para redução de CUSTOS E DESPESAS das médias e grandes empresas, pois as pequenas compram das médias e grandes e vendem ao mercado consumidor final.

É fundamental que GESTORES EMPRESARIAIS obtenham uma capacitação e qualificação necessária para entender que o sistema precisa de controle e só poderá mensura-lo com a existência de CONTABILIDADE transparente e com controle interno, mas isso não condiz com a filosofia popular que o inunda.

Mas devemos saber que mais dia ou menos dia o sistema exigirá o seu preço, ou achamos que ele esquecerá os ERROS, DOLOS, INCONSISTÊNCIA CONTÁBIL, GESTÃO FRAUDULENTA, ENRIQUECIMENTO ILICITO, LAVAGEM DE DINHEIRO, SONEGAÇÃO FISCAL, mesmo sabendo que poderá por um momento ainda esquecer a contenção dos agravos sociais que a legitima.

Quando há necessidade de arrecadação derivativa por descontrole econômico do sistema é geralmente a base pirâmide que deverá pagar o preço, é esse o pensamento capitalista que se aprende e que deve ser entendido.

A massa existente diante de sua fragilidade só suportará o que o sistema passa a exigir, já que não há outra saída, pois seus valores e princípios desconstruídos ao longo do tempo, sem educação, sem saúde, sem serviços públicos de qualidade, sem emprego e demais, são somente vitimas da estatística do sistema idealizador.

A gula maquiavélica de alguns se desenvolve com o sangue, suor e lágrimas de muitos, principalmente quando a ausência de serviços básicos lhe causam necessidades.

 

3.   CONTABILIDADE

Tenho por princípios entender que a CONTABILIDADE é uma ciência que mensura todos os fatos de um patrimônio vinculado a uma entidade, que pode um ser humano, através dos fatos e atos que o legitimam ou não a sua existência e o seu labor assim como GESTÃO EMPRESARIAL vivencia a atividade econômica escolhida na busca de preservar e bonificar o seu Capital através do exercício de suas ações.

Assim como na CONTABILIDADE a vida é uma miscelânea de ações que visam conceder sustentabilidade e continuidade de nossa existência, mas devemos proceder periodicamente uma avaliação em nosso PDCA através de uma análise SWOT e identificar os pontos fracos e fortes para que em seguida implantarmos as melhorias devidas.

Eis a importância dos Demonstrativos Contábeis e Financeiros elaborados através de um controle internos e transparência, desenvolvida pelos princípios internacionais de contabilidade, que obviamente obedecem aos ditames legais, concedendo o livre arbítrio dos pareceres de AUDITORIA e dos QUIZES da PERÍCIA se assim desejarem, mas buscando a verdade como fator essencial.

Atualmente quaisquer ações torpes e míopes que venham nebular esses fatores são facilmente identificáveis e o ônus pecuniário se tornará insuportável para os investidores.

Devemos entender que o sistema também se alimenta de matéria prima em decomposição, mesmo que essa ação leve bastante tempo, mas é verossímil essa afirmativa.

Muitos profissionais ainda não entenderam a essência de suas ações mensuradas na contabilidade, pois elas são de fáceis aferições e analises, já que o sistema, mesmo o tributário já tem a informática como parceira e poderá facilmente identificar os indébitos fiscais levianamente executados por incautos de plantão.

É necessário o retorno a ACADEMIA desses profissionais que não entenderam o atual sistema e devem levar consigo muitos GESTORES EMPRESARIAIS que ainda teimam em exercer ações débeis e lúdicas, que podem vitimas a sí mesmo.

 

4.    CONCLUSÃO

Sei que muitos não tiveram a oportunidade de ter uma educação de qualidade necessária para um entendimento mais prolixo do sistema atual, os quais deverão pagar um elevado preço, pois qualquer desequilíbrio do referido sistema, sempre terá um preço a ser suportado por aqueles que o ignoram.

Ler ZEITGEIST, DOSTOIEVSKY, EDGAR MORIN e demais podem lhe ajudar a entender, mas precisaria de certo nível de qualidade educacional e cultural, e um feeling necessário para esse entendimento, e o tempo lhe furta essa oportunidade.

Imagine ler os REGULAMENTOS e CPC necessários para esse entendimento, onde essa leitura exige um conhecimento especifico, e tanto GESTORES quanto PROFISSIONAIS ainda não estão preparados, apesar da exigência do sistema.

O tempo lhe é exíguo e passa a exigir sua inserção ou seu capital, para que possam sanar o seu hiato financeiro, hoje entendido como AJUSTES ou READEQUAÇÃO, necessário para conter sua sangria derivativa de fatores especulativos e gula desenfreada para conservação do poder, que todos buscam.

Como podemos falar de honra, caráter, personalidade, valores individuais e princípios,          que foram levianamente perdidos pela gula financeira e do poder de alguns.

Espero que o presente artigo não seja interpretado como agressão a nenhuma pessoa física ou jurídica, mas que possam refletir se realmente desejam trilhar por esse caminho e aonde isso nos levará.

Darwin nos ensina que não é o animal maior ou mais forte que sobrevivem as intempéries climáticas do sistema, mas aquele que melhor e mais rápido possa se adaptar diante das exigências de um sistema voraz, talvez a simplicidade flexível possa resgatar a nossa humanidade, que presumivelmente a perdemos ao longo do caminho.

 A CONTABILIDADE tem sincronia racional com a vida do ser humano, é só uma questão de inteligência artificial mensurável.

 

5.    BIBLIOGRAFIA

  1. CONTABILIDADE No.1, Editora Grupo Fortes, DA COSTA, ELENITO ELIAS;
  2. CONTABILIDADE No 2, Editora Grupo Fortes, DA COSTA, ELENITO ELIAS.
  3. TRANSPARÊNCIA,  Editora Grupo Fortes, DA COSTA, ELENITO ELIAS  e demais;
  4. ARTIGOS PUBLICADOS do Prof. ELENITO ELIAS DA COSTA;
  5. www.elenitoeliasdacosta.blogspot.com.br

 

 

Postado dia 24/05/2015 - Fonte: Essência Sobre a Forma


Todos os artigos deste autor:

Check list para empresas pequenas e do sistema do SIMPLES - 08/11/2015

Nunca é Tarde para Fazer uma Contabilidade Certa - 24/05/2015

A Gestão de Recursos Humanos, o Custo Brasil e a Estabilidade Econômica - 06/05/2015

Há Algo de Podre na República Federativa - 02/05/2015

Dia do Contabilista, dia 25 de abril - 21/04/2015

A Incompreensível Ausência da Transparência Contábil - 19/01/2015

Apocalipse das empresas do SIMPLES - 11/01/2015

A Perícia Contábil no Contexto da Tranparência Global - 21/10/2014

Contador e Administrador uma Constante Busca para Alcançar a Sustentabilidade - 29/09/2014

Assessorias, Contábil e Jurídica, Minimizam Risco do Seu Empreendimento - 28/08/2014

Cuidado com sua Contabilidade e sua Gestão Empresarial - 24/08/2014

BRASIL CONNECTION - 23/06/2014

A Contabilidade, a Lei Ante Corrupção e a Teoria de Thomas Piketty - 27/05/2014

Brasil do futuro só com o progresso dos trabalhadores - 08/03/2014

Administração e Contabilidade - Irmãs Siamêsas - 14/02/2014

Quando estudantes e profissionais se tornam marionetes - 28/11/2013

Sonegação Fiscal - Um fato lesivo ou uma justificativa, eis a questão - 13/11/2013

Uma ação reflexiva sobre empresas e profissionais - 21/10/2013

Empresa do SIMPLES NACIONAL - 27/09/2013

Contabilidade - Solução para o Mundo - 15/09/2013

Mais um dia da In...dependência do Brasil - 07/09/2013

Valores, princípios e conhecimentos são fatores essenciais na qualidade, sustentabilidade e continuidade de qualquer empreendimento - 31/05/2013

Contabilidade e a vida - 31/03/2013

Assessoria Contábil no Cenário Globalizado - 13/03/2013

Monografia ou artigo, eis a questão - 23/02/2013

Momento situacionista do seu processo decisório - 01/01/2013

Contador, uma profissão com futuro promissor - 10/11/2012

Perfil desejável de um curso de bacharelado em ciências contábeis - 06/10/2012

Sincronia racional da contabilidade - 11/09/2012

Contabilidade para usuários externos - 02/09/2012

Delicado momento do Sistema (Fênix) - 08/08/2012

Qualidade gera sustentabilidade e continuidade - 24/07/2012

Reciclagem para professores de contabilidade - 12/07/2012

Contabilidade tributária nas empresas - 03/07/2012

Contabilidade, o melhor instrumento contra a corrupção - 29/06/2012

Visitantes: 1456