COLUNISTAS


Facebook Twitter Linkedin
Vagner Jaime Rodrigues

• Mestre em Contabilidade pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado - FECAP;
• Pós-Graduação em Marketing de Serviços pela Fundação Getúlio Vargas - FGV-SP;
• MBA em Gestão Empresarial pela Trevisan Escola de Negócios;
• Especialização em Controladoria pela Trevisan Escola de Negócios;
• Especialização em Finanças pela Fundação Armando Álvares Penteado FAAP;
• Possui graduação em Administração e em Ciências Econômicas pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul;
• Professor universitário das disciplinas de Contabilidade de Custos e Análise de Custos, Teoria da Contabilidade, Contabilidade Introdutória, Contabilidade Tributária, Estruturação das Demonstrações Contábeis, Planejamento Financeiro e Orçamentário;
• Especialista em Business Process Outsourcing (BPO), com vivência prática ao longo dos últimos 16 anos em empresas nacionais e internacionais de diversos segmentos e tamanhos;
• Também atua como palestrante;
• Atualmente é Sócio do Grupo TG&C - Trevisan Gestão e Consultoria;

 


Auditoria é essencial para empresas de todo porte

Por Vagner Jaime Rodrigues

 

O mecanismo de controle deve abranger desde o nível operacional até a diretoria

Empresas de todos os portes estão sempre em busca de atingir suas metas. A grande ferramenta para isso é um bom sistema de controles internos, que visa à eficiência operacional. Para conseguir essa eficiência, porém, é preciso acompanhar passo a passo a condução dos negócios e garantir que a organização como um todo esteja executando suas atividades da melhor forma, evitando ineficiências e perda de patrimônio da empresa.

Os riscos de todo esse processo devem ser gerenciados. O papel da Auditoria Interna é justamente esse, ao controlar e avaliar a aplicabilidade dos controles internos, para salvaguardar o patrimônio da empresa e evitar fraudes, desfalques, subornos ou ineficiências.

O trabalho da Auditoria Interna implica exame de todas as operações e de seus registros contábeis, para que se possa assegurar que as políticas e normas do Sistema de Controles Internos estão sendo cumpridas.

No dia a dia, a Auditoria Interna exerce suas funções de forma independente, normalmente se reportando à Presidência, ao Conselho de Administração ou ao Comitê de Auditoria. Na prática, é um mecanismo de controle que abrange todos os níveis da empresa, ou seja, desde o operacional até a diretoria.

Sendo assim, ela analisa informações físicas, contábeis, financeiras e operacionais da empresa, e tem um papel fundamental na melhoria dos controles, na qualidade das informações geradas, na segurança do sistema de informações, na eficiência operacional e na salvaguarda dos ativos, uma vez que lhe cabe estar atenta e recomendar melhorias em todos os aspectos da vida empresarial.

O valor agregado da Auditoria Interna é substancial, pois tem impacto positivo gerado pelas recomendações que maximizam resultados, minimizam gastos, mitigam riscos, tornam adequado o nível de controles internos, contribuindo diretamente para o retorno do capital investido e para bater as metas empresariais.

Sendo assim, fazer uso da Auditoria Interna não é um privilégio das grandes corporações, mas de empresas de todo porte, já que todo empresário consciente de suas responsabilidades deve e quer garantir que seu negócio seja rentável e duradouro.

 

Postado dia 15/08/2014 - Fonte: Essência Sobre a Forma

Visitantes: 1865