COLUNISTAS


Facebook Twitter Linkedin
Theodoro Versolato Júnior

• Contador, com especialização em contabilidade internacional pela Trevisan Escola de Negócios e contabilidade gerencial pela Universidade São Caetano do Sul.
• Participação em seminários financeiros internacionais em Roma, Copenhagen, Suécia, Argentina e São Paulo.
• Larga experiência em Contabilidade Internacional, Planejamento Financeiro (Budget and Business Plan) e coordenação de Projetos para implantação do novo plano de contas e administração por unidade de negócio adquirida por mais de trinta anos de experiência na Scania Latin América Ltda.
• Experiência internacional em filiais da América Latina (Chile, México e Argentina) para acompanhamento de fechamentos mensais e orientação para demonstrações financeiras.

 


Ativo intangível

Por Theodoro Versolato Júnior

 

Para entender o Ativo Intangível vamos olhar para nosso cotidiano. Quando consumimos produtos, geralmente nossa primeira atitude é comprar em locais de renome, onde somos bem atendidos, com produtos de qualidade e bons preços.

Vamos colocar uma situação em que você, aplica estas premissas: Na organização de um churrasco com amigos, você vai a um supermercado com bom atendimento, espaçoso e tem fama de vender mais barato. Por exemplo, o “Carrefour”, Como você sempre está pensando no melhor, compra carne do Bassi, cerveja e guaraná Antartica e naturalmente a “Coca-Cola”, pois todos querem tomar uma coca como refrigerante. Com estas atitudes, você tem certeza que o churrasco vai ser um sucesso.

Você comprou coisas tangíveis para seu churrasco, mas foram amparadas por marcas de qualidade. Estas marcas são um exemplo de um ativo intangível.

Quem não quer ter uma caneta Mont Blanc?


E uma calculadora HP? É o sonho de todos.

Quanto vale estas marcas? Elas foram as responsáveis por você consumir estes produtos.

Estas marcas geram valor adicionado às empresas.

O VALOR DE UMA MARCA

Uma marca não é apenas uma imagem, produto ou identidade, é sim um sentimento, não o que você acha que ela é, mas sim como o seu consumidor a sente.

A marca é algo forte, e sim, diferentemente do que dizem alguns céticos, algo de grande valor, às vezes de mais do que a própria empresa.  Uma prova real disso é o Mappin, que mesmo depois de decretar sua falência a mais de 10 anos, teve sua marca vendida por um grande valor e voltará a desenvolver negócios.  Outro exemplo é a Coca-Cola, que sem a marca, tem seu valor avaliado em US$ 50 bilhões, e quando avaliado com sua marca, tem um valor de mercado avaliado em US$ 120 bilhões.


Lembre-se, seu nome é uma marca! Cuide bem dele, estude bem ele antes de divulgar, valorize, renove, inove e faça ser desejado! 
(André Heller Tavares-Publicitário)

 

DEFINIÇÃO:


O CPC 04-Ativo Intangível define muito bem a sutil diferença entre o Tangível e o Intangível:

Alguns ativos intangíveis podem estar contidos em elementos que possuem substância física, como um disco (como no caso de software), documentação jurídica (no caso de licença ou patente) ou em um filme. Para saber se um ativo que contém elementos intangíveis e tangíveis deve ser tratado como ativo ou como ativo intangível, a entidade avalia qual elemento é mais significativo.

Por exemplo, um software de uma máquina-ferramenta controlada por computador que não funciona sem esse software específico é parte integrante do referido equipamento, devendo ser tratado como ativo imobilizado.

O mesmo se aplica ao sistema operacional de um computador. Quando o software não é parte integrante do respectivo hardware, ele deve ser tratado como ativo intangível.

Um ativo intangível deve ser reconhecido apenas se:

 

As entidades frequentemente despendem recursos ou contraem obrigações com a aquisição, o desenvolvimento, a manutenção ou o aprimoramento de recursos intangíveis como:

 

Para se enquadrarem na definição de ativo intangível, estes itens devem ser identificáveis, controlados e geradores de benefícios econômicos futuros.  Caso um item não atenda à definição de ativo intangível, o gasto incorrido na sua aquisição ou geração interna deve ser reconhecido como despesa quando incorrido.

No entanto, se o item for adquirido em uma combinação de negócios, passa a fazer parte do ágio derivado da expectativa de rentabilidade futura (goodwill) reconhecido na data da aquisição.

 

Vamos citar um exemplo prático: Se uma empresa cria um produto e registra a patente deste produto, o gasto com o registro da patente será contabilizado como intangível, as despesas com propaganda serão contabilizadas como despesa.

Ao longo do tempo, quando este produto for um sucesso de vendas, a marca poderá valer muitos milhões, porém, muitas empresas ainda mantém o registro na contabilidade pelo valor da patente.

Para valorização da marca e a contabilização é preciso fazer um estudo para se chegar a este valor. Existem muitas formas de valorização da marca, o melhor é recorrer a uma empresa especializada, pois ela fará o estudo e emitirá um laudo que poderá ser contabilizado.

Quais São as Categorias de Métodos para Apuração de Ativos Intangíveis?
(DOM Strategy Partners)


As abordagens sugeridas para medir os Intangíveis podem ser agrupadas em pelo menos quatro categorias de métodos de medição.


As categorias são uma extensão das classificações sugeridas por Lüthy (1998)*. Os modelos e métodos de medição de Ativos Intangíveis levam em conta sua capacidade de geração de riqueza, em termos de passado, presente e futuro.

 

Direct Intellectual Capital Methods
(DIC)

Métodos de identificação que estimam o valor monetário dos Ativos Intangíveis através de seus vários componentes. Quando esses componentes são identificados, eles podem ser estimados individualmente ou através de coeficientes.
Exemplos: EVVICAE™, Dynamic Monetary Model, The Value Explorer™.

Market Capitalization Methods (MCM)

Métodos de capitalização que se baseiam no mercado, que calculam o valor dos ativos intangíveis, considerando-se adiferença entre valor contábil e valor de mercado.
Exemplos: FiMIAM, Investor assigned market value (IAMV™), Calculated Intangible Value

Return on Assets Methods (ROA)

Métodos baseados no retorno médio dos ativos intangíveis.Consideram as receitas antes dos impostos.
Exemplos: Knowledge Capital Earnings, Economic Value Added (EVA™), Value Added Intellectual Coefficient (VAIC™),

Scorecard Methods 
(SC)

Os diferentes componentes dos Ativos Intangíveis ou do capital intelectual são identificados e os indicadores e índices são gerados e relatados nos scorecards ou em gráficos. Esses métodos são semelhantes aos métodos DIC.
Exemplos: ICU Report, Regional Intellectual Capital Index (RICI), IabM, SICAP, National Intellectual Capital Index.

 
 

 Prós & Contras
Os métodos oferecem vantagens diferentes. Os métodos que oferecem avaliações financeiras, como o ROA e MCM, são úteis em situações de fusão e aquisição, em avaliações no mercado de ações e na comparação de empresas similares.


No entanto, tais métodos são muito sensíveis às taxas de juros e aos pressupostos das taxas de desconto. Além disso, tais métodos têm um viés estratégico baixo e são de uso limitado em questões gerenciais táticas e operacionais.


As vantagens dos métodos DIC e SC são que eles permitem visualizar as organizações de forma mais abrangente (comparativamente à visão estritamente de métricas financeiras). Além disso, são facilmente utilizados em qualquer nível de uma organização.
Suas desvantagens são que os indicadores são contextuais e precisam ser customizados para cada organização.


Dessa maneira, fazer comparações torna-se algo muito difícil. 
Além disso, esses métodos são novos e não são facilmente aceitados por investidores e executivos, que ainda estão muito acostumados a analisar informações a partir de uma perspectiva puramente financeira. (DOM Strategy Partners)

Muitas empresas de software destinam parte do salário de seus funcionários como propriedade intelectual e registram no ativo intangível. Nada mais justo, pois estão pagando pelo desenvolvimento do software que é de propriedade da empresa.

 

Ativos Intangíveis só tem Valor se Percebidos pelos Stakeholders


Falar em valor de ativos intangíveis é falar sobre a percepção do stakeholder externo. Como dissemos essa natureza de ativo só tem valor se este é percebido e “qualificado” pelo agente externo, seja ele um investidor, um analista, um potencial colaborador, um cliente ou qualquer outro ator que interaja e tenha interesses na empresa.


Portanto, há certa distância entre aquilo que a empresa apenas conhece e a maneira como o mercado a enxerga e remunera.


Elementos como Transparência, Ética, Abertura, Clareza Estratégica, Foco e Posicionamento Vantajoso de Mercado são ativos fundamentais ao sucesso das empresas em seu árduo desafio de fazer seus stakeholders perceberem seu valor diferencial perante os concorrentes. Sim, Comunicação Corporativa formal e informal faz toda a diferença na construção e manutenção dessa percepção, bem como mostrar aos stakeholders de interesse que a empresa opera em um oásis de valor que os concorrentes não conseguirão chegar no curto prazo, competindo apenas a partir dos padrões estabelecidos.


Fato é que, independentemente da definição e do modelo adotado, para que tenha valor, o ativo intangível de qualquer natureza deve impactar seus diferentes stakeholders. Em outras palavras, ativo intangível só tem valor quando é percebido pelos stakeholders da corporação.(DOM Strategy Partners)

 

 

 

Ativos Intangíveis e a Necessidade de Medição e Gestão


Torna-se essencial gerenciar esses ativos corretamente, para que possam contribuir para o alcance do maior objetivo financeiro da empresa: a maximização da riqueza dos acionistas. Uma adequada gestão, entretanto, passa pela valoração dos ativos intangíveis. Afinal, só o que pode ser medido pode ser gerenciado.


Ao contrário dos tangíveis, ainda nos falta matemática para quantificarmos estes ativos. Antes disso, faltam-nos modelos homologados de identificação, categorização e qualificação desses ativos. (DOM Strategy Partners)

 

 

BIBLIOGRAFIA:

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS
PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 04 (R1) ATIVO INTANGÍVEL
Correlação às Normas Internacionais de Contabilidade IAS 38 (IASB – BV2010)

CÁLCULO DE VALOR DE ATIVOS INTANGÍVEIS
Tese de Doutorado de Mário Cesar de Mattos Milone (USP-São Paulo, 2004)

Artigo de André Heller Tavares-Publicitário -  http://andreheller.wordpress.com/

DOM Strategy Partners

Artigo sobre Ativo Intangível
Site IFRS Brasil: http://ifrsbrasil.wordpress.com/2011/05/24/ias-38-ativos-intangiveis-discussao-e-exemplo-pratico-sobre-pd/

Postado dia 21/05/2012 - Fonte: Essência Sobre a Forma


Comentários:


Clique aqui para comentar este artigo


Giselle Mazer

Contadora
Ribeirão Preto - SP
Membro desde: 22/08/2012
Excelente material!!! Parabéns!!!

Dia 06/05/2013 às 08:48:12


Vanessa

Analista contábil
São Paulo - SP
Membro desde: 10/07/2012
Theodoro, sou nova em uma consultoria de bens patrimoniais e estou encantada com o site!!! No mesmo lugar achei matérias sobre imobilizado e intangível, vocês são demais ♥♥♥ - Obrigada.

Dia 10/07/2012 às 09:53:38


Jovanildo Vieira

Controller
São Paulo - SP
Membro desde: 04/07/2012
Olà Theodoro, gostaria de transmitir meus parabéns pelo excelente artigo e por sua atuação como articulador do site. Verifiquei que os leitores pediram alguns títulos para os próximos artigos, se me permite, gostaria de pedir um sobre transfer price.

Grande abraço,
Jovanildo Vieira
Contador

Dia 04/07/2012 às 14:00:50


Theodoro Versolato Junior

Contador
São Paulo - SP
Membro desde: 03/04/2012
Jonatan, obrigado pelo comentário que realmente é um grande incentivo. Em breve enviarei um novo artigo sobre DVA
Theodoro

Dia 02/07/2012 às 13:50:41


Jonatan Castelo Branco

Analista de Controladoria
São Paulo - SP
Membro desde: 01/04/2012
Parabéns Theodoro,
O artigo é exemplar, uma verdadeira obra que define de forma clara um tema que gera muitas dúvidas nos profissionais ao reconhecer, evidenciar e remunerar esse tal de Intangível.
Obrigado, fico aguardando o próximo artigo.


Dia 30/06/2012 às 21:05:27


Theodoro Versolato Junior

Contador
São Paulo - SP
Membro desde: 03/04/2012
Eva, obrigado por seu comentário, mas vou passar para nossa colega Lucia Young que escreve neste site. A lucia é especialista em tributos. Tenho certeza que seu pedido será atendido
Theodoro

Dia 26/06/2012 às 22:29:45


Theodoro Versolato Junior

Contador
São Paulo - SP
Membro desde: 03/04/2012
Laura, obrigado pelo comentario, realmente é um incentivo muito grande. Com certeza o próximo artigo vaiser sobre DVA.

Theodoro

Dia 17/06/2012 às 19:18:45


Laura

Auxiliar fiscal
São Paulo - SP
Membro desde: 16/06/2012
Explicado de uma forma simples e totalmente compreensível, também gostei dos outros artigos deste autor, gostaria de fazer um pedido posso? O que acha de escrever um artigo sobre DVA ?

Dia 16/06/2012 às 23:33:01


Igor Romeu

Estudante
São Paulo - SP
Membro desde: 02/06/2012
Muito bem explicado!

Dia 02/06/2012 às 23:39:36


Theodoro Versolato Junior

Contador
São Paulo - SP
Membro desde: 03/04/2012
Mariana, graças às novas normas contábeis o tema do ativo intangível vem à tona. As empresas começam a se preocupar com a valorização de seus intangíveis e naturalmente eles seão controlados para melhor informar aos acionistas.
É a nova era contábil.
Theodoro

Dia 26/05/2012 às 22:04:43


Mariana Salgado

Contadora
São Paulo - MG
Membro desde: 17/12/2012
A questão não é saber se os dados dos ativos intangíveis são mais ou menos precisos, mas que assim como os dados contábeis tradicionais, eles na medida que são monitorados e divulgados passam a ser gerenciados e a fazer parte das informações utilizadas por investidores
para estimar o valor da empresa no presente e no futuro.

Dia 26/05/2012 às 02:12:04


Theodoro Versolato Junior

Contador
São Paulo - SP
Membro desde: 03/04/2012
Johana, muito obrigado

Dia 23/05/2012 às 20:42:18


Johana Silva Telson

Analista Contábil PL
São Paulo - SP
Membro desde: 30/09/2012
Theodoro Versolato, obrigada por nos surpreender a cada artigo!!!

Dia 23/05/2012 às 19:26:03


Theodoro Versolato Junior

Contador
São Paulo - SP
Membro desde: 03/04/2012
Ronnie, muito obrigado pelo incentivo, realmente é um prazer escrever para este site

Theodoro

Dia 22/05/2012 às 11:49:03


Ronnie de Sousa

Profissional de Contabilidade
São Paulo - SP
Membro desde: 03/04/2012
Theodoro, obrigado por compartilhar seu conhecimento, seus artigos definitivamente nos surpreende, chegam a ser verdadeiras aulas, parabéns!

Dia 21/05/2012 às 22:58:28

Visitantes: 6647


beylikduzu escort
porno
porno
launchporn pornorodeo pornfoy pornrelation