COLUNISTAS


Facebook Twitter Linkedin
Vanildo Veras

• Diretor de inteligência fiscal na Datanil Consultoria Contábil Ltda;
• Contador, consultor com especialização em gestão corporativa pela PUC-SP;
• Análise Financeira Contábil pela Universidade Federal do Paraná (UFPR);
• Especialista em Inteligência Fiscal e Planejamento tributário;
• Também atua como Vice-Presidente Financeiro do Sindicato das Empresas Contábeis do Estado de São Paulo (SESCON-SP);
• Coordenador do Programa de Qualidade de Empresas Contábeis - PQEC-ISO;
• Atuou por 8 anos como Coordenador e Presidente da Câmara Setorial de Contabilidade;
• É Palestrante, conferencista e articulista com atuação nacional em temas relacionados às áreas de Inteligência Fiscal e estratégia de negócio com foco em resultados.

 


14 documentos essenciais para preencher o seu IRPF-2014 e ficar de bem com o leão

Por Vanildo Veras

 

Antes de iniciar, fique atento aos prazos!

Início: 06/03/2014 e Término: 30/04/2014

Importante lembrar que, independente da opção pela declaração completa ou simplificada, você deverá separar todos os recibos e notas fiscais que comprovem as despesas com educação, médicos, dentistas, planos de assistência médica em seu nome, de todos os seus dependentes e também do cônjuge.

Faça um Check List dos documentos abaixo e observe em quais situações você se enquadra.

1 - Cópia da declaração entregue em 2013 (ano calendário 2012);

2 - Informes de rendimentos de salários, pró-labore, distribuição de lucros, aposentadorias, bem como das instituições financeiras e respectivos extratos das contas bancárias como saldos em 31/12/2012 e 31/12/2013;

3 - Recibos e notas fiscais relativos a despesas com saúde;

4 - Comprovantes de despesas com instituições de ensino;

5 – Comprovantes de aluguéis recebidos e também os pagos;

6 - Recibos de pagamentos à previdência privada e também da oficial;

7 - Documentos que comprovem venda ou compra de bens em 2013;

8 - Comprovantes de pagamentos de prestação de bens, como veículos e imóveis em 2013;

9 - Controle de compra e venda de ações, com apuração mensal de imposto devido nas operações;

10 - Comprovantes de despesas do livro-caixa (para prestadores de serviço autônomo);

11 - Darfs de carnê-leão pagos;

12 - Comprovante de doações para fins de incentivos fiscais (Lei Rouanet, Audiovisuais, Fundos da Criança e do Adolescente);

13 - Documentos de dívidas assumidas em 2013;

14 - Todos os documentos acima (despesas, rendimentos, aquisições e vendas, referentes aos seus dependentes).

Não se esqueça de informar o número do CPF dos seus dependentes maiores de 18 anos e de todos os alimentandos (quando for o caso).

Também é importante lembrar que todas as despesas e rendimentos dos seus dependentes devem constar em sua declaração.

Se você acha que estes procedimentos são complicados, contrate um contador especializado e fique tranquilo com o Leão.

 

Postado dia 31/03/2014 - Fonte: Essência Sobre a Forma

Visitantes: 1619